Desvalorização da arroba do boi gordo no acumulado de janeiro

De modo geral, devido à demanda calma


01/02/2019

Foto: Scot Consultoria


De modo geral, devido à demanda calma de janeiro, no acumulado mensal, o cenário foi de desvalorizações para arroba. Na média das 32 praças pesquisadas pela Scot Consultoria, a arroba do boi godo caiu 0,3% no acumulado de janeiro.


Porém, com a virada do mês e, com isso, a expectativa de melhoria na demanda, as indústrias vão às compras com mais afinco, a fim de alongar as programações de abate.


Contudo, em algumas regiões a oferta de boiadas não tem sido suficiente para alongar as programações de abate e isso pressionou para cima a arroba do boi.


Em Belo Horizonte-MG, a alta foi R$1,00/@ na última quinta-feira (31/1), o que representa acréscimo de 0,7% na comparação dia a dia. Já em Três Lagoas-MS a valorização foi de 0,4% no mesmo período.


Em São Paulo a cotação da arroba permaneceu estável frente ao levantamento anterior e as escalas de abate giram em torno de cinco dias.

 

 

Fonte: Scot Consultoria 



Compartilhe: