MG calcula prejuízos agropecuários em Brumadinho

Município contava com 14,4 mil cabeças de gado e uma produção de 7,2 milhões de litros de leite ao ano, segundo IBGE


30/01/2019

A Secretaria de Agricultura de Minas Gerais divulgou nota hoje informando que o governo estadual está realizando um levantamento para calcular os impactos do acidente com a barragem da Vale em Brumadinho sobre a produção agropecuária da região. De acordo com a pasta, técnicos da Emater-MG e do IMA irão fazer um cruzamento de dados para identificar os municípios prejudicados.

Segundo dados mais recentes do IBGE, de 2017, Brumadinho contava com um rebanho de 14,4 mil cabeças de gado, das quais cerca de 3 mil eram vacas de ordenha, com produção de 7,2 milhões de litros de leite/ano. O município também contava com 9,9 mil suínos e 1,4 mil equinos, segundo o IBGE. Os dados preliminares, contudo, indicam que as áreas do município atingidas pela lama são, em sua maioria, de plantio de hortaliças.

O governo estadual também deve acompanhar a situação dos cursos d’água que atendem pecuaristas da região a partir dos dados de análise realizados pela Copasa e, assim, orientar os produtores. “No caso dos animais, onde não for possível o consumo da água do rio, uma alternativa seria levar água em caminhões-pipa para estes locais e, onde isso não der para atender à propriedade, poderia ser estudada até a remoção destes animais para outras áreas”, afirmou a a secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, em nota.

Ainda de acordo com a Secretaria de Agricultura do Estado, a Emater deve realizar um levantamento dos produtores atingidos que obtiveram crédito rural junto a agentes financeiros para avaliar a necessidade de prorrogação dos pagamentos. “Num outro momento, será elaborado um plano de retomada da atividade agropecuária da região atingida. Para isso, a Epamig irá propor um trabalho de análise de solo junto com a Embrapa Solos”, afirmou a pasta em nota.

 

fonte: Portal DBO

Foto: Veja - Abril.com

 

 



Compartilhe: