Mercado do boi segue morno na maioria das praças

Frigoríficos saem às compras de gado terminado, mas demanda fraca freia negócios


29/01/2019

A proximidade da virada de mês pode fazer com que os frigoríficos saiam às compras com mais afinco nos próximos dias, a fim de compor as escalas para atender a demanda de início de mês.

Porém, mesmo com a expectativa de maior escoamento da carne, principalmente na próxima semana, com o recebimento dos salários, a demanda atual segue baixa, permitindo que as empresas negociem com cautela.

Apesar do consumo fraco na segunda quinzena de janeiro, a capacidade de suporte das pastagens está boa e permite que os pecuaristas mantenham a boiada nos pastos, limitando as desvalorizações.

Na média de todas as praças pecuárias pesquisadas, ao longo de janeiro a cotação do boi gordo teve queda de 0,8%, considerando o preço à vista, livre de Funrural.

No mercado atacadista de carne bovina com osso, o boi casado de animais castrados ficou cotado, em média, em R$9,61/kg, 28 de janeiro, desvalorização de 6,6% frente ao início do ano.

Fonte: Scot Consultoria

Foto: Scot Consultoria 



Compartilhe: