Relação de troca favorece recriador em MG

Leia mais...


26/09/2018

Em Minas Gerais, os melhores patamares para a troca com qualquer categoria de reposição dos últimos 12 meses foram observados em dezembro de 2017, mas a partir de então o poder de compra começou a cair e em maio atingiu o menor valor observado desta série.

Neste intervalo (dezembro a maio) a relação de troca piorou 11,0% para o pecuarista, contudo conforme a entressafra foi chegando, a baixa oferta de boi gordo pressionou para cima os preços da arroba, sendo assim, de lá para cá, o poder de compra do pecuarista mineiro tem se recuperado constantemente.

Atualmente a melhor relação está na troca com bezerros de 7,5@. Nos preços atuais, a venda de um boi gordo garante a compra de 1,91 bezerro. Em maio a quantidade comprada era 1,25.

As expectativas são de que essa relação continue favorecendo o recriador já que a oferta de boi gordo deve continuar restrita nas próximas semanas dando sustentação aos preços.

Fonte: Scot Consultoria

Imagem: Norte Agropecuário



Compartilhe: